quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Compra de passagens da 1001 em Lumiar


Agora já é possível comprar passagens de ônibus da Auto-Viação 1001 no 5º Distrito.
A loja Saja está disponibilizando a venda de passagens desde o final de novembro, apesar de não haver nenhuma propaganda a respeito na fachada do estabelecimento.
Isso evita o transtorno de muitos lumiarenses que precisaram ir até a Ponte da Saudade, na Rodoviária Sul, comprar os bilhetes.
A loja também está recebendo pagamento de diversas contas, como água, luz e telefone, sendo mais uma opção à casa lotérica do distrito, o que também facilita a vida do lumiarense, que não precisa mais se deslocar para o centro de Friburgo com este fim.
A Saja fica na Rua Felipe Marchon, nº 111, no centro - ao lado do bar do Celsinho. Informações pelo telefone (22) 2542-4044.

******

Clássico de Bergman no Cineclube Lumiar

O Cineclube Lumiar exibe no próximo domingo, dia 1º de janeiro, às 19h, o clássico de Ingmar Bergman, “Morangos Silvestres”, que conta a história do velho professor Isak Borg, que durante uma viagem se vê cercado por situações e personagens que o conduzem a um mergulho em sua vida. A entrada é gratuita e o Cineclube funciona na Casa do Lago - Rua Amâncio Mário de Azevedo, esquina com a Rua Sete de Setembro, em frente ao lago (lagoa) de Lumiar.


*****

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Cineclube exibe filme sobre Niemeyer no domingo



O Cineclube Lumiar exibe neste domingo, dia 11, a partir das 19 horas, o filme Oscar Niemeyer—A Vida É Um Sopro (Brasil, 2007)
No documentário, Oscar Niemeyer conta de forma descontraída como concebeu seus principais projetos. Mostra como revolucionou a Arquitetura Moderna, com a introdução da linha curva e a exploração de novas possibilidades de utilização do concreto armado. Fala também sobre sua vida, seu ideal de uma sociedade mais justa e de questões metafísicas como a insignificância do homem diante do universo. 
Rodado no Brasil, na Argélia, França, Itália, Estados Unidos, Uruguai, Inglaterra e Portugal, o filme é costurado por imagens de arquivo inéditas e raras, e por depoimentos de personalidades como José Saramago, Eduardo Galeano, Carlos Heitor Cony, Ferreira Gullar, Eric Hobsbawn, Nelson Pereira dos Santos, Mário Soares e Chico Buarque. 
As exibições do Cineclube Lumiar acontecem na Casa do Lago, em frente ao lago de Lumiar. A entrada é franca e a classificação é de 18 anos.


*********

Lumiar tem concerto de Natal no sábado



O 5º Distrito entra no clima natalino neste sábado, dia 10, com apresentação da Banda  da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense, juntamente com o Coro Lírico Acrópolis, sob a regência de Gilney Oliveira e Agni de Souza, respectivamente. 
O evento acontece na Ação Rural de Lumiar (Rua Guilherme Henrique Spitz, s/n) a partir das 19 horas, com entrada franca. 
Mais informações pelo telefone (22) 9981-9654. 


********

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Empresários do Serra Sons têm bens bloqueados

Em Ação Civil Pública Cautelar, com pedido de liminar, o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) requereu à Justiça o bloqueio de bens da empresa Cartão Postal Editora e Publicidade Ltda e de seus sócios-administradores, Anderson Terra Pomar e Nelson Rodrigues dos Reis Filho, responsáveis pela organização do festival Serra Sons. O evento deveria ter sido realizado entre 11 e 15 de novembro de 2011, no distrito de Lumiar, em Nova Friburgo. Depois do dia 12, mais nenhum show foi realizado. Além disso, os organizadores do festival deixaram a cidade sem dar explicação às pessoas que compraram os ingressos. 
Segundo a Ação, proposta pela 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Nova Friburgo, pelo menos cinco mil pessoas foram lesadas. Para ressarci-las, os promotores de Justiça que subscrevem a ação, Carlos Gustavo Coelho de Andrade e Luciana Soares Rodrigues, estimaram a indenização em R$ 300 por pessoa, totalizando R$ 1,5 milhão. O MPRJ pediu a indisponibilidade de contas bancárias, imóveis, veículos, aplicações financeiras e eventuais outros bens da empresa e de seus sócios-administradores. O objetivo é garantir que o patrimônio não seja dilapidado, para que haja eventual indenização.
Em um prazo de 30 dias, será proposta uma Ação Civil Pública (ACP) para garantir o ressarcimento integral dos danos materiais e morais sofridos com condenação dos réus. Para serem beneficiados por uma possível sentença favorável à ACP, os consumidores devem guardar o ingresso original.
De acordo com a ação cautelar, o evento teve ampla divulgação, contando com 30 postos de venda em toda a Região Serrana, além de outros em cidades da Região dos Lagos e no Rio de Janeiro. Os ingressos custavam, por dia, a partir de R$ 50—preço do setor de pista. Estavam programados shows dos artistas Lulu Santos (11 de novembro), Zeca Baleiro e Alceu Valença (12), Guilherme Arantes e Flávio Venturini (13), Beto Guedes e Milton Nascimento (14) e Bloco Sargento Pimenta e Rio Maracatu (15). No dia 12, apenas um show foi realizado: o de Alceu Valença. Já o de Zeca Baleiro foi remarcado para terça-feira, 15, mas, assim como os demais, foi cancelado.
Informações de datas, preços, capacidade e formas de pagamento foram retiradas do site oficial do evento (www.serrasons.com.br) logo após o cancelamento, segundo a ação.
Em nota oficial, os organizadores explicaram que não conseguiram os patrocínios esperados e suspeitaram da falsificação de ingressos, pois acreditavam ter média de cinco mil pagantes por dia, enquanto registraram somente 2.800 tíquetes vendidos para o primeiro dia de shows. Também admitiram ter recebido multas administrativas por cometerem irregularidades relativas às condicionantes da licença do evento, em especial às referentes aos horários das apresentações e nível de poluição sonora.
Em seguida, divulgaram que fariam levantamento de fornecedores e consumidores para “posterior retorno sobre a forma de ressarcimento dos prejuízos materiais”. Mas para os promotores de Justiça a promessa é insatisfatória e não dispõe de credibilidade, porque “não abrange a integral reparação dos danos materiais com a devolução em dobro dos valores indevidamente cobrados e com completa reparação dos danos morais sofridos pelos consumidores lesados”.
“Os riscos do empreendimento correm por conta dos empreendedores, que deveriam se valer dos cuidados necessários para não desrespeitar as condicionantes administrativas do alvará do evento (evitando a imposição de multas por parte do Poder Público) e para garantir que os ingressos tivessem os itens de segurança necessários a prevenir e identificar eventuais falsificações. Da mesma forma, não podem ser imputáveis ao público consumidor, e aos já sofridos friburguenses, ainda traumatizados pela catástrofe de 12 de janeiro de 2011, a falta de patrocínio suficiente para o evento e eventuais vendas abaixo do esperado”, escreveram na ação os promotores.


Fonte: jornal A  Voz da Serra, edição de 24/11/2011.


******

sábado, 19 de novembro de 2011

Veículos grandes e pesados na Serramar


Flagrante de veículo pesado transitando na Serramar no feriado. Foto: Luciana Spitz.

O fluxo de veículos de grande porte e pesados continua na Estrada Serramar, onde só deveriam circular veículos com até 16t.

No feriado de Proclamação da República, quando o distrito estava lotado de turistas com o Festival Serra Sons, um caminhoneiro vindo de Casimiro de Abreu me parou perto de casa (na Rua Francisca Amélia Benvenuti Spitz, que ainda hoje faz parte da Serramar porque nosso incompetente DER não concluiu o trecho urbano da rodovia) e me perguntou como fazia para ir para Macuco. Imagino o transtorno que aquele caminhão de cimento comprido e imenso não causou na estreita ponte sobre o rio Boa Esperança, na Praça e mesmo na Lagoa para fazer manobras e continuar sua viagem até a RJ-116. Quem conhece o percurso consegue imaginar a cena como eu: o centro de Lumiar tem ruas apertadas e, num fim de semana abarrotado de carros mal-estacionados, a situação fica ainda pior.

No mesmo feriado também vi passar, no sentido Lumiar-Casimiro, um caminhão com duplo eixo levando banheiros químicos.

A cara de pau dos motoristas ao passar em plena luz do dia pela estrada (é comum ouvir esses caminhões trafegando na rodovia de madrugada, como que para fugir de uma fiscalização que não existe) é agravada pela falta de um posto de polícia rodoviária na Serramar - os dois mais próximos são o do distrito de Mury, em Friburgo, e o de Casimiro de Abreu. Enquanto isso, a estrada se deteriora com o excesso de peso, torna-se mais perigosa com o tráfego dos veículos grandes e pesados e serve como rota de contrabando e drogas à vontade, diante da inércia do poder público.

Realmente, estamos muito mal servidos quanto à segurança pública... Será que a sensação de estar abandonada à própria sorte é só minha? E até quando Lumiar vai continuar a ser "terra da bandalha", sem apoio nenhum de seu município-sede ou de quem quer que seja?

Deixo a pergunta no ar...

******

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Euterpe Lumiarense participa de evento de bandas


A banda da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL) vai participar neste fim de semana do Encontro de Bandas do Interior do Estado do Rio de Janeiro.

O evento será realizado no sábado, dia 19, na Praça Getúlio Vargas, no centro, e no domingo, dia 20, no Teatro Municipal, no Suspiro, sempre a partir das 14 horas. A SMEL se apresentará no sábado, projetando para o município de Nova Friburgo a revitalização da centenária banda do 5º Distrito.

A solenidade de abertura será no sábado, às 14h, no coreto da Praça Getúlio Vargas, com execução do Hino Nacional Brasileiro, seguida da apresentação das bandas. O organizador do evento, o músico Marcos Botelho, pretende resgatar as apresentações das bandas nos espaços públicos e estimular a música instrumental entre os jovens.

As informações do jornal friburguense A Voz da Serra desta sexta-feira, dia 18.

*****

terça-feira, 15 de novembro de 2011

Cancelamento de shows do Festival Serra Sons frusta o público

O último domingo, dia 13, foi dia de "ressaca" para centenas de turistas que estavam em Lumiar no feriado prolongado: começou como fofoca e disse-me-disse e, por fim, foi confirmado o cancelamento dos shows daquele dia, de segunda e de terça-feira do Festival Serrasons, realizado durante este feriado no 5º Distrito. As pessoas estão indignadas e perplexas diante desta inusitada situação para a vila.
Segundo informações de quem estava no distrito, o show do Lulu Santos, realizado na sexta-feira, dia 11, ocorreu sem maiores problemas, apesar do público pequeno. Já no sábado, dia 12, o show do Zeca Baleiro foi cancelado, e apenas Alceu Valença e Nó Cego subiram ao palco. Foi falado que Alceu Valença havia recebido apenas metade do cachê, e que teria tocado mesmo por respeito ao público. Apesar da ausência de Zeca Baleiro, quem foi ao evento no sábado disse que foi um excelente show.
Já no domingo a vila acordou com o bochicho de que o restante do festival fora cancelado. Nem mesmo a equipe que desmontava o equipamento do evento havia recebido seu pagamento. Pessoas ligadas ao festival saíram às pressas das pousadas onde se hospedaram, alguns até de madrugada, sem comunicar à recepção. Em uma delas teriam dito que já estavam indo porque "sujou".
Até o momento as explicações dadas pela organização do Serra Sons não foi convincente. Eles alegam que a falta de uma grande empresa patrocinadora e uma enxurrada de ingressos falsos os teriam impedido de arrecadar dinheiro para pagar os cachês dos artistas. De qualquer forma, o fato de os organizadores saírem praticamente fugidos de Lumiar, mesmo que alegando ameaça à sua integridade física, só reforça a ideia de um calote. Por enquanto fdoi divulgado que os artistas que não se apresentaram virão em nova oportunidade e que o público pode optar por ter seu dinheiro de volta ou aguardar os novos shows, que ainda não tem data marcada.
O maior prejudicado é o público, que gastou cerca de R$ 60,00 por ingresso, além dos gastos com transporte e hospedagem. Comerciantes também foram prejudicados, e alguns nem abriram suas portas na segunda e na terça. E Lumiar - e, consequentemente, Nova Friburgo - perde também credibilidade, ficando com uma péssima imagem diante do país, pois o evento recebeu pessoas de várias partes do Brasil.
A PM sugeriu que as pessoas procurassem a delegacia da cidade para registrar boletim de ocorrência, pois o segundo eles o caso pode ser tratado como estelionato.
Aguardo novas informações sobre o caso para postar no Blog. E quem tiver outras informações pode enviar e-mail para lucianaspitz@gmail.com.
Aqui, link para a nota do Serra Sons sobre o ocorrido: http://serrasons.com.br/rio2011/.

****

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Festival de MPB em Lumiar

No fim de semana do feriado de Proclamação da República, Lumiar vai sediar um festival de MPB que promete agitar o distrito: é o Festival Serrasons, que acontece entre os dias 11 e 15 de novembro.
No dia 11 Lulu Santos sobe ao palco; dia 12 é a vez de Alceu Valença, Zeca Baleiro e Nó Cego; dia 13 tem shows de Flávio Venturini, Guilherme Arantes e Boca Livre; dia 14 cantam Milton Nascimento, Beto Guedes, Lô Borges e Toninho Horta; já no dia 15, fechando o evento, tem Rio Maracatu, Bloco Sargento Pimenta e Inimigos do Rei.
O evento vem respaldado pelo sucesso do show de Beto Guedes em julho deste ano, e as apresentações, realizadas novamente pelo Serrasons, também acontecerão em palco montado próximo no campinho próximo ao Colégio Estadual Carlos Maria Marchon.
Informações sobre disponibilidade e valor dos ingressos pelos telefones (22) 2522-3048 e 9925-6648, ou no site http://www.serrasons.com.br.

**********


sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Sessão dupla de filmes no Cineclube Lumiar



Neste domingo, dia 02, tem sessão dupla no Cineclube Lumiar. 
Primeiro, a animação O Homem que Plantava Árvores, a partir das 18h, é um conto narrado por um jovem viajante, que um dia encontra um pastor de ovelhas que durante anos cultivou uma floresta esplendorosa numa área desértica. A beleza calma da paisagem contrasta com a fúria das duas Grandes Guerras que o narrador assiste e o feito notável do pastor oferece um olhar do poder inspirador da natureza e da esperança, que podem emergir no mais improvável dos lugares. 
Após a 1ª sessão, é a vez do filme O Poder e o Bang-bang. Num lugar onde quem manda é o dono das terras, Ecowboy, paladino das matas e dos rios, tenta convencer o seu adversário, Ogroagro, de que é preciso agir de maneira responsável e respeitar o meio ambiente. Durante o duelo, a questão do poder e do socioambientalismo também ganha voz no discurso dos consultores Beto Ricardo e Márcio Santilli, além da opinião do povo. 
O Cineclube funciona na Casa do Lago, na esquina entre as ruas Sete de Setembro e Amâncio Mário de Azevedo, em frente à Lagoa (Lago) de Lumiar. A entrada é gratuita e a censura dos dois filmes é livre.


********

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Roda de Choro na SMEL neste sábado



A Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL) apresenta neste sábado, dia 24, sua Roda de Choro. 


O evento, coordenado Sergio Prata e Beto Fonseca, começa às 18 horas e terá como abertura a exibição do documentário O Choro das RodasA SMEL convida ainda os músicos que apreciam o choro a levarem seus instrumentos ao evento para participarem da roda.


A censura é livre e a entrada é gratuita.


A SMEL fica na Praça Levi Aires Brust, s/nº, centro de Lumiar. Informações pelo telefone (22) 9981-9654.


*****

Sanfoneiros de Lumiar em São Pedro



O grupo Sanfoneiros da Serra, mais conhecidos como Sanfoneiros de Lumiar, se apresenta neste sábado, dia 24, em São Pedro da Serra. 


O grupo foi formado em 2007 e traz uma tradição musical da região do 5º e do 7º Distritos friburguenses. 


A apresentação começa às 19h, na Rua Rodrigues Alves, nº 237, centro do distrito. A censura é livre a entrada é gratuita. Mais informações pelo telefone  (22) 2542-3365. 


*****

Documentário sobre mudanças climáticas no Cineclube deste sábado





Neste domingo, dia 25, o Cineclube Lumiar exibe o documentário nacional Percepção de Risco (Brasil, 2009). A produção dirigida por Sandra Alves e Vera Longo mostra mudanças climáticas, riscos para a vida, vulnerabilidade e prevenção a desastres naturais e sociais. 


Passando pelas várias ramificações do conhecimento e da ação humana, o filme convida o espectador à reflexão e a transformação de sua percepção, sobretudo em face aos recentes acontecimentos trágicos na Região Serrana. 


O filme foi vencedor do prêmio Alcântara Imperialis de Melhor Longa Metragem no IV Fricine (Festival Internacional de Nova Friburgo de Cinema Sócio-Ambiental). 


A exibição começa às 18h, na Casa do Lago, que fica na esquina das ruas Sete de Setembro e Amâncio Mário de Azevedo, em frente à Lagoa (lago), no centro. A classificação é livre e a entrada é gratuita.


*****

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

Euterpe Lumiarense se apresenta em Lumiar



Reativada, renovada e reformulada, a banda da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL) fará apresentação no próximo sábado, dia 03 de setembro, às 19h, na Praça Carlos Maria Marchon, no centro de Lumiar.
A entrada é gratuita e a SMEL conta com a presença de todos para prestigiar sua banda neste momento de resgate de sua história e tradições. Participe!

********


sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Festa do Inhame em Rio Bonito de Cima


Rio Bonito de Cima, localidade que pertence ao distrito de Lumiar, realiza neste sábado, dia 6, sua Festa do Inhame.
Já tradicional na região, o evento, em sua 11ª edição, começa pela manhã, com abertura das barracas, exposição de produtos e eleição do maior inhame exposto. Já a tarde haverá gincana, sorteio e entrega dos prêmios, concurso de cantores Talentos da Terra e apresentação de teatro e dança.
Encerrando o evento haverá leilão, apresentação da quadrilha da localidade e shows com Índios do Forró e Victor & Gustavo.
Outras informações do evento com Nancy Ouverney pelos telefones (22) 2542-5017 e 2542-5028.

********

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Lumiar ganha quiosque de informações para turistas



Já está funcionando na Lagoa, como é conhecido o lago de Lumiar, um quiosque de informações turísticas.
Localizado na Rua Amâncio Mário de Azevedo, bem em frente à Lagoa, e feito de madeira, o local deu um charme a mais ao distrito.
A expectativa é a de que o quiosque dê acesso ao turista a informações relacionadas ao 5º Distrito como sua história, dicas de lazer e gastronomia, opções de hospedagem etc. E que, é claro, esteja aberto ao turista, e não fechado, como no domingo em que foi feita a foto (por volta das 10h da manhã).

********

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Lixo na estrada de Lumiar é noticiado no jornal O Globo

Trecho da RJ-142 (Estrada Eugênio Guilherme Spitz), em frente à entrada para Rio Bonito de Cima. Fonte: O Globo.

O acúmulo de lixo na RJ-142, a Estrada Serramar, virou notícia no jornal O Globo Online.
O texto foi motivado por denúncia de um morador, mas já é fato entre quem vive e frequenta o 5º Distrito que a coleta de lixo na região deixa - e muito - a desejar.
Eis a notícia veiculada no jornal deste sábado, dia 30/07:

"Um destino turístico incrustado no meio de uma Área de Proteção Ambiental (APA) na Região Serrana do Rio está sendo invadido pelo lixo. Se tornou comum ver detritos espalhados pelos acostamentos e terrenos de Lumiar, distrito de Nova Friburgo, relata o leitor Flavio Martins. 'A venda sem restrições do plástico, aliada a coleta de lixo amadora e a ignorância do povo, vem causando um crime ambiental grave na região de Nova Friburgo, precisamente na região de Lumiar. Será que existe alguma solução para este lixo ou os governantes vão ficar sempre jogando a culpa no povo dizendo que o povo é sujo e mal educado?', relatou o leitor, que pede ainda a realização de campanhas de conscientização da população para o descarte adequado do lixo."
Fonte: http://oglobo.globo.com/participe/mat/2011/07/29/lixo-se-acumula-em-lumiar-na-regiao-serrana-925006709.asp

O vereador friburguense Edson Flávio comentou a notícia em sua página no Facebook e disse que vai aumentar a cobrança por um solução para o problema: ".Eu já havia apresentado indicação na câmara sobre este assunto. Vou reforçar e cobrar pessoalmente a solução junto a EBMA e Secretaria de Serviços Públicos.", postou o vereador na rede social nesta 2ª feira, dia 1º de agosto.

***********

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Festa da Vila Mozer acontece no próximo sábado


A famosa Festa Julina da Vila Mozer está prevista para acontecer neste sábado, dia 31, em Lumiar.
A já tradicional festa desta família conta com quadrilha, shows musicais, bingo e muitos delícias juninas e julinas, como quentão, pé-de-moleque e broa de milho.
O evento começa por volta das 18h. A entrada é gratuita.

******

Sanfoneiros de Lumiar se apresentam na Festa Nacional Suíça


Os Sanfoneiros de Lumiar se apresentam no próximo domingo, dia 31, a partir das 14 horas, na Festa Nacional Suíça, que será  realizada entre os dias 30 de julho e 1º de agosto na Casa Suíça, na Estrada Friburgo-Teresópolis, em Conquista. Chocolate-quente, comidas típicas da Alemanha, Japão, Portugal e Suíça, atividades para crianças e muita música marcam a comemoração. Para mais informações sobre o evento, o telefone é (22) 2529-4358.


********

Protocolo de cultura debatido em Lumiar

No período de 21 a 24 passado estiveram reunidos na I Micro Teia dos Pontos de Cultura e no I Encontro de Cultura do ComCultura, realizados em São Pedro da Serra e Lumiar, e em Santo Antônio (Bom Jardim), pontos de cultura, gestores públicos e sociedade civil de 13 municípios para discutir a importância da criação de um protocolo da cultura para situações de desastres naturais como o ocorrido em janeiro de 2011 na Região Serrana. Os participantes entendem que a reconstrução da região não passa somente pela construção de estradas, rodovias, casas e edifícios, mas também pela reconstrução dos sonhos e esperança daqueles que foram direta e indiretamente afetados.


O encontro foi realizado pelo Fórum dos Pontos de Cultura da Região Serrana/Fórum Estadual de Pontos de Cultura do Estado do Rio de Janeiro, Fórum de Gestores de Cultura da Região Serrana, ComCultura, Ministério da Cultura e Secretaria Estadual de Cultura. O Fórum dos Pontos de Cultura da Região Serrana, constituído por organizações com larga experiência na atuação cultural, reúne 27 pontos de cultura de 16 municípios, além de pontinhos de cultura, pontos de leitura, cineclubes, entre outras ações do Programa Cultura Viva e Mais Cultura. E o Fórum de Gestores de Cultura, criado em julho de 2010, após o encontro que discutiu o Plano Estadual de Cultura, reúne atualmente gestores de cultura de 15 municípios da região, com o objetivo de possibilitar o intercâmbio e o fortalecimento desses municípios e integrar culturalmente toda a região.


No encontro ficou estabelecido um canal de diálogo com o Ministério da Cultura e a Secretaria Estadual de Cultura para a criação, ainda neste ano, de uma ação que fortaleça as atividades realizadas atualmente pelos pontos de cultura nas regiões afetadas pelas chuvas. Cada município receberá, pelos menos uma vez por mês, uma caravana com quatro atrações vindas de outras cidades da região e fará composição com mais três atividades produzidas no próprio município que serão oferecidas ao público de graça. Para receber essa caravana, cada cidade, além de seus próprios investimentos, receberá um kit contendo lonas, som, palco, iluminação e cadeiras para montagem.


O projeto também visa a contratação de mão de obra local para viabilizar a execução, além de cachês pagos aos grupos que se apresentarem. Ficou acertado que cada município também poderá indicar atividades para circulação conforme sua população, sendo um mínimo de 15 atividades e um máximo de 45, totalizando, ao final de seis meses de execução do projeto, 90 eventos, com 630 espetáculos. A estimativa de custo é de mais de R$ 4,5 milhões” .


Ao final do encontro, o Fórum dos Gestores Municipais de Cultura e o Fórum dos Pontos de Cultura da Região Serrana entregaram suas respectivas cartas para André Diniz, representante da Regional do Minc/RJ-ES, e Juliana Lopes, representante da Secretaria Estadual de Cultura, ratificando a importância e a urgência do investimento público na área da cultura para a região.


Esse encontro consagra uma filosofia de construção coletiva envolvendo gestores públicos e sociedade civil em busca de soluções para o desenvolvimento da Região Serrana, tendo na cultura um dos direitos básicos mais importantes para a população.



Fonte: jornal A Voz da Serra - http://www.avozdaserra.com.br/ 
 
*******

quinta-feira, 14 de julho de 2011

Beto Guedes comemora 35 anos da música Lumiar no 5º Distrito


Acontece neste fim de semana uma série de shows em comemoração aos 35 anos da música Lumiar, que apresentou o 5º Distrito de Nova Friburgo para o mundo.

Lançada no disco A página do relâmpago elétrico, de 1976, a composição de Ronaldo Bastos e Beto Guedes trouxe notoriedade ao distrito principalmente nos anos 80 e é motivo de orgulho para o lumiarense.
A festa começa nesta sexta-feira, dia 15, com apresentação de Tunai; no sábado sobem ao palco Beto Guedes e Nó Cego; e no domingo o evento encerra-se com Raiz do Sana.

Além dos shows haverá diversos eventos ligados à ecologia e preservação ambiental ao longo do dia no distrito.

O palco foi montado na Rua Guilherme Henrique Spitz, próximo ao galpão da Ação Rural, no centro. Ainda há ingressos à venda para os shows - segundo a organização do evento, R$ 40,00 para visitantes e R$ 20,00 para moradores de Lumiar.

A programação completa do evento está disponível no site http://www.betoguedesemlumiar.com.br/2011/programacao.html .

*******

sábado, 9 de julho de 2011

Chorinho na SMEL


Neste sábado, dia 9, tem imperdível apresentação de chorinho na Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL).
O evento começa às 18h e contará com diversos músicos, que farão uma roda de choro, apresentando sucessos do gênero.
Vale conferir!
A entrada é gratuita.
A SMEL fican a Praça Levy Aires Brust, s/n, centro de Lumiar.

*****

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Assalto em Lumiar choca moradores do distrito

Notícia veiculada no jornal friburguense A Voz da Serra de hoje, 08/07:

"Moradores do distrito de Lumiar ficaram revoltados com uma ação criminosa cometida ontem, 7, por um homem desconhecido, numa casa da altura do quilômetro 22,5 da RJ-142 (Nova Friburgo-Casimiro de Abreu), próximo ao acesso ao distrito. O assaltante invadiu o imóvel por volta das 14h30 e após revirar todos os cômodos à procura de dinheiro e objetos de valor fugiu levando R$ 100. Durante o assalto o criminoso espancou violentamente a moradora, uma deficiente física de 37 anos.
Com vários hematomas e ferimentos oriundos de socos e chutes, a mulher foi socorrida por vizinhos, que acionaram os policiais do Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do 11º BPM, no centro de Lumiar. A vítima foi levada para o Hospital Municipal Raul Sertã, onde ficou internada no setor de urgência. De acordo com a equipe médica, seu caso inspira cuidados."

Fonte: jornal A Voz da Serra - http://www.avozdaserra.com.br/noticias.php?noticia=15175 
 
*****

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Edição de inverno da Feira da Terra neste fim de semana


A Feira da Terra — que oferece culinária, artesanato e produtos agroecológicos — terá sua Edição de Inverno no sábado, 9, e domingo, 10, na Praça Eugênio Gustavo Brust, em Lumiar. Iniciativa cultural organizada por moradores da região rural do 5º distrito, a feira tem como objetivo valorizar e promover a produção artesanal agroecológica local. Neste inverno os organizadores da feira pretendem esquentar os corações e celebrar as colheitas e produções da estação.

Contando com parcerias e apoios, como da Prefeitura de Nova Friburgo, a Feira da Terra será aberta no sábado, às 9h. Pela manhã haverá contação de histórias indígenas, com Tassila Vale; e roda de conversa sobre agroecologia, com Claudemar da Cedro + Oficina das Caldas Caseiras e Defensivos Orgânicos.

Depois do almoço haverá a abertura do Sarau da Terra, com palco livre para apresentações musicais, com som de vinil da Rádio Vitrola; feira de troca de sementes; lançamento do livro “Alquimia Alimentar”, de José Roberto, sobre culinária vegana; brincadeiras com o Ponto de Cultura e Educação Lúdica da Rocinha; e Exibição do filme “Percepção de Risco”, do CineClube Lumiar, de Sandra Alves e Vera Longo, que ganhou o prêmio de melhor longa-metragem no festival 4º Fricine Ambiental.

No domingo as atividades começam às 10h, com vivência de ioga — aprendendo sobre Pranayama, com Santola Torres, e palestra sobre respiração e bem-estar, seguida por uma meditação xamânica, com Paulo Thiago.

Depois do almoço está prevista oficina de tricô e crochê, com as Teias da Serra; apresentação do grupo musical do Ponto de Cultura de Olaria — cavaquinho e percussão —; rodas brincantes com o Ponto de Cultura Rural de Santo Antônio; e show musical com Reinaldo Queiroz e convidados, cantando canções nordestinas.

Mais informações sobre o evento no site http://www.feiradaterra.org/


****

quinta-feira, 30 de junho de 2011

Festa de São Pedro da Serra 2011 - Programação


O distrito de São Pedro da Serra, vizinho a Lumiar, está realizando esta semana sua famosa e já tradicional Festa Junina.
O evento começou na quarta-feira, dia de São Pedro, e vai até domingo, dia 03 de julho.
Destaque para os shows de Celso Blues Boy, na sexta, dia 1º de julho. Confira a programação completa no cartaz do evento.
A realização é da Associação de Moradores de São Pedro da Serra (AMASPS) e Igreja Católica de São Pedro da Serra.



******

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Festa Junina em Rio Bonito




A festa junina de Rio Bonito de Lumiar será realizada neste sábado, dia 25, na curva do rio, junto ao mercado local, com muitas delícias, fogueira, cachorro-quente, quentão e com previsão de quadrilha das crianças da escola e dos adultos.

A festa terá início às 20h e a entrada é gratuita.

*****

sábado, 11 de junho de 2011

Feira da Terra em evento em Minas Gerais

O Coletivo de Produção da Feira da Terra foi convidado a participar do "4º Festival Andando de Bem Com a Vida" em Belo Horizonte, Minas Gerais.

A Feira da Terra irá representar a rede de produtores agroecológicos de Nova Friburgo, e o grupo planeja levar produtos dos expositores para venda, em especial gêneros alimentícios, além de sementes nativas para trocar.

O evento acontecerá nos dias 24, 25 e 26 deste mês na Praça da Liberdade e irá contar com várias tendas e áreas como Infantil e Cultural, Nutrição e Alimentação, Medicinas e Terapias e Educação e Conscientização.

O grupo vê no evento uma opportunidade de divulgação de seu trabalho, para fazer contatos e tecer novas redes de economia solidária, e convida expositores, produtores e artesãos que gostariam de expor seus produtos a entrar em contato através do email feiradaterralumiar@gmail.com ou pelos telefones (22) 2542-6117 / 9223-7144 até o dia 17 de junho.

********

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Seminário da APA em Lumiar

Moradores de Macaé de Cima, no distrito de Lumiar, querem encontrar um equilíbrio entre explorar o turismo e não destruir a natureza. E, para isto, neste final de semana será realizado um seminário aberto a toda comunidade. Segundo Carlos Henrique Martins, da APA de Macaé de Cima, a programação será no sábado e domingo, a partir das 9h, em Lumiar. O evneto conta com oficinas e palestras diversas.
Mais informações no site do RJ InterTV: http://in360.globo.com/rj/noticias.php?id=17492.

*****

sexta-feira, 27 de maio de 2011

Cabras da Serra também em Lumiar


Está de volta, em sua 3ª edição, a exposição ao ar livre Cabras da Serra. A mostra é realizada pelo Espaço Cultural São Pedro da Serra (ECSPS), que está comemorando seu 7º aniversário.

O evento também reúne gastronomia, artesanato, música, hotéis e pousadas, pois fica exposto nas ruas e no comércio local.

Todas as cabras foram criadas por artistas da região e ficarão expostas nos distritos de Lumiar e São Pedro entre os dias 21 de maio e 29 de junho, data do padroeiro do 7º Distrito, São Pedro.

*****

Mostra Brasilidade no Cineclube Lumiar


A Mostra Brasilidade no Cineclube Lumiar termina neste domingo, 29, a partir das 18h, e traz filmes que despertam a reflexão sobre o Brasil e a brasilidade, tendo como fio condutor o pensamento do brasileiro Darcy Ribeiro.

O primeiro filme é a produção portuguesa Os 5 Elementos, de 2009. Com 20 minutos, o filme procura absorver o pensamento social de 5 elementos da cultura hip-hop (MC, DJ, B-Boy, grafite e consciencialização) e contribuir para a compreensão social e política do cidadão da periferia. O documentário é do realizador Madjer Rashid. A censura é livre.

Logo após, é a vez de outra produção portuguesa, Fala Mulher!, de Graciela Rodriguez e Kika Nicolela. O documentário se passa em São Paulo, onde 15 mulheres descendentes de africanos falam sobre suas vidas. A censura é a partir de 16 anos.

A entrada é gratuita e o Cineclube Lumiar funciona na sede da sociedade Musical Eterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro.

*******

Nova Friburgo, 193 anos – um aniversário de reflexão

Nova Friburgo. Foto: Regina Lobianco.

Reproduzo aqui meu texto sobre os 193 anos de Nova Friburgo, publicado na edição deste mês de maio no jornal Eco Lumiar.

Aniversários de Nova Friburgo são sempre especiais... mas, neste ano de 2011, depois da tragédia climática de janeiro último, a festa se torna ainda mais singular e significativa para nós. Mas, antes de falarmos do presente, é importante conhecermos o passado de nossa cidade.

Curiosamente, Nova Friburgo comemora seu aniversário não no dia de sua fundação (13 de janeiro de 1820), e sim no dia em que foi assinado o acordo para a vinda dos colonos suíços para o Brasil, em 16 de maio de 1818. Controvérsias históricas à parte, forjada ou não pelo poder público no século passado, como salientam alguns colegas historiadores, o fato é que o 16 de maio já está na memória e no coração do friburguense e hoje, para todos os efeitos, este é, sim, o dia do aniversário da cidade.

A história de Nova Friburgo remonta aos tempos da colonização portuguesa, quando antes havia aqui a Fazenda do Morro Queimado. Durante o período em que a corte portuguesa foi transferida para o Brasil, o rei D. João VI, querendo introduzir o trabalho assalariado livre e buscando também “europeizar” as terras brasileiras – consideradas por ele muito mestiças e cheias de costumes afro-indígenas – assinou um acordo (em 16 de maio de 1818) com o governo suíço para a imigração de colonos daquela nacionalidade para o Brasil. A vinda dos suíços para Nova Friburgo é considerada a primeira imigração oficial de não-portugueses para a colônia.

Escolhido o local – a Fazenda do Morro Queimado, na serra fluminense pela proximidade com a corte (a colônia foi pensada como um centro abastecedor de produtor agrícolas para o Rio de Janeiro) e, ao mesmo tempo, devido a um clima tropical mais ameno – e selado o acordo entre as duas nações, a notícia se espalhou rapidamente na Suíça e, numa época em que a Europa passava por sucessivas crises e guerras provocadas pelas conquistas do general francês Napoleão Bonaparte, muitos suíços lançaram-se à aventura de tentar uma nova vida em terras desconhecidas. Por isso mesmo, ao invés das 100 famílias pensadas no acordo, embarcaram rumo ao Brasil cerca de 2006 pessoas.

A difícil travessia do oceano Atlântico teve um saldo de 200 mortos, sepultados no mar devido ao risco de contágio de doenças. Muitos ficaram viúvos e órfãos. Em 4 de novembro de 1819, quase dois meses depois da partida na Europa, os primeiros navios aportaram na Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. E, apesar do esgotamento físico e psicológico da viagem, os suíços ainda tiveram que viajar mais 11 dias para chegar até a colônia, atravessando a Serra dos Órgãos.

Ao chegarem na tão sonhada colônia, os suíços começaram a se decepcionar com a nova terra. Devido ao excesso de imigrantes, as 100 casas construídas (muito simples e pobres, sem portas internas, assoalho ou piso e sem vidro nas janelas) tiveram que ser divididas entre 261 famílias. As cheias do rio Bengalas, que alagava as casas, já eram constantes naquela época. A má qualidade dos lotes de terra oferecidos também desestimulou os colonos. E, por fim, a falta de acesso à administração da colônia, feito por luso-brasileiros, fez com que muitos suíços abandonassem Morro Queimado – uns foram para as terras quentes (e com cultivo de café) de Cantagalo, ouros voltaram para a sede da corte, no Rio, e há relatos até de suíços que voltaram para seu país.

Mas a grande maioria dos colonos, após requisitarem novas e melhores terras ao já príncipe-regente D. Pedro I (a essa altura D. João VI e sua corte já haviam retornado para Portugal), foram mesmo em direção ao Vale do Macaé, onde hoje estão localizados os distritos friburguenses de Mury, Lumiar, São Pedro da Serra e parte da Estrada Serramar. Daí a grande concentração de descendentes de colonos suíços nesta região até hoje: Boy, Péclat, Schwabb, Marchon, Balmant, Spitz (que não são oriundos desta primeira imigração) e muitos outros.

A colônia foi elevada à categoria de vila a 13 de janeiro de 1820, numa tentativa de revitalizar a ex-colônia, e recebeu o nome de Nova Friburgo em homenagem à cidade de origem da grande maioria dos colonos – Fribourg (nome alemão que significa “cidade livre”). Também com o objetivo de revitalizar a vila, migraram para o local 284 colonos alemães que estavam no alojamento para imigrantes em Niterói. Enfrentando os mesmo problemas que os suíços, além de serem perseguidos pela sua fé luterana, os alemães também abandonaram a vila, buscando maiores oportunidades também no Vale do Macaé e em Amparo. Novo grupo de imigrantes alemães chegaria à Friburgo no início do século XX, promovendo uma destacada industrialização local, com fábricas como a Haga, Arp, Filó e outras.

Nova Friburgo transformou-se em cidade em 8 de janeiro de 1890 e, com o período das grandes imigrações para o Brasil a partir de 1850, recebeu imigrantes de diversas outras nacionalidades, como libaneses, espanhóis, japoneses etc., que ajudaram a moldar a atual cultura da cidade.

Este ano o município completa, segundo a data oficial escolhida para ser seu aniversário, 193 anos. E foi justamente neste ano de 2011 que Nova Friburgo sofreu uma de suas mais duras provas em seus quase dois séculos de existência – a tragédia climática de 11 e 12 de janeiro. Só quem estava presente naqueles dias na cidade pode ter a real dimensão do que aconteceu: cenário de guerra na manhã do dia 12, com sirenes de bombeiros e ambulâncias intermitentes, helicópteros cortando o céu da cidade e pessoas andando a esmo pelas ruas, sem saber como agir. Morros “rasgados” por deslizamentos, alagamentos, morte e destruição. Vi o morro da Rua Cristina Ziéde, rua paralela à Monsenhor Miranda, meu endereço por mais de 20 anos, vir abaixo. Um cenário desolador e que ainda me provoca um sentimento de angústia e perda. Doeu muito ver minha cidade daquele jeito, chorei e sofri muito, como todo friburguense, mas também dei graças a Deus por ser uma sobrevivente daquela catástrofe, considerada a maior tragédia climática já ocorrida no Brasil.

As marcas da tragédia continuam em nossas mentes e também em todos os cantos da cidade. Para onde quer que se olhe há morros que “sangraram” diante da força da natureza. Mas, por mais cruel que isso possa soar, sabemos que a vida é feita também desses “trancos”. Quem nasceu ou vive em Friburgo – ou, como eu, foi criada lá desde os 6 anos de idade – há mais de 30 anos, se assusta com o vertiginoso (e não-planejado) crescimento da cidade: diminuição da área verde, ocupação irregular, favelização, desemprego, aumento dos índices de violência, inchaço populacional, aumento da temperatura (quando criança, o uso de ar-condicionado ou ventilador em Lumiar ou Friburgo era algo impensável), degradação ambiental, etc. E a natureza está, sim, cobrando seu preço.

Que este 16 de maio de 2011, 4 meses após a tragédia que deixou marcas físicas e psicológicas profundas na cidade, possa nos trazer a reflexão do futuro que realmente queremos para Nova Friburgo. Que a catástrofe nos faça mais fortes e, assim como aconteceu comigo, fortaleça o amor que temos pela nossa cidade, renovando nosso compromisso de amor com o lugar que vivemos ou escolhemos viver, e que busquemos fazer da nossa Nova Friburgo sempre um lugar melhor de se viver.


Feliz aniversário, Nova Friburgo!


Por Luciana Spitz – jornalista, professora e historiadora

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Dupla sessão no Cineclube Lumiar deste domingo, dia 15

O Cineclube Lumiar apresenta neste domingo, dia 15, dois filmes, um infantil e um documentário.
Às 16h será exibido o desenho Ponyo, uma amizade que veio do mar (Japão, 2009). De Hayao Miyazaki, criador de A Viagem de Chihiro e O Castelo Animado, a animação conta a história de Ponyo, uma peixinha dourada que conhece o garoto Sosuke. Ele a leva para sua casa e decide cuidar dela. O amor e a amizade entre os dois é tão grande, que Ponyo resolve se tornar humana só para ficar mais tempo ao lado de seu amigo. A classificação é livre.
Já às 18h é a vez da exibição de Lixo Extraordinário (Brasil/Reino Unido, 2010), um documentário premiado. Filmado ao longo de dois anos (agosto de 2007 a maio de 2009), Lixo Extraordinário acompanha o trabalho do artista plástico Vik Muniz em um dos maiores aterros sanitários do mundo: o Jardim Gramacho, na periferia do Rio de Janeiro. Lá, ele fotografa um grupo de catadores de materiais recicláveis, com o objetivo inicial de retratá-los. No entanto, o trabalho com esses personagens revela a dignidade e o desespero que enfrentam quando sugeridos a reimaginar suas vidas fora daquele ambiente. A equipe tem acesso a todo o processo e, no final, revela o poder transformador da arte e da alquimia do espírito humano. A classificação é livre.
A entrada é gratuita e o Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), que fica na Praça Eugênio Gustavo Brust, s/n, Centro (Praça dos Correios).

******



quinta-feira, 5 de maio de 2011

Cineclube Lumiar - Programação de 8 de maio


O Cineclube Lumiar exibe no próximo domingo, dia 8, o filme As Viagens do Vento (Colômbia, 2009), um musical-aventura que narra a história de um homem que, ao perder a esposa, decide largar a vida de menestrel e se desfazer do arcordeão que lhe foi dado por seu mestre. Ele ruma para o norte e no caminho, ganha a companhia de um moleque que insiste em ser seu aprendiz. Juntos, os dois cruzam desertos, lagos, campos, florestas, montanhas e plantações, e percorrem a vasta diversidade cultural ligada ao acordeão no norte da Colômbia.

A classificação é para 14 anos, e a entrada é gratuita.

O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro.

*****

4º Encontro de Choro na SMEL no dia 7


No próximo dia 7 (sábado), a partir das 17h, a Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL) realiza o 4º Encontro de Choro. O evento faz parte do projeto de revitalização da entidade e de sua banda centenária, fundada em 1891.

A entrada é gratuita e a participação no evento pode ser confirmada pelos telefones (22) 9888-7099 / 9705-0855. A SMEL fica na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro de Lumiar.

****

quarta-feira, 4 de maio de 2011

Nota de falecimento - Nagib José Pedro (1920-2011)

Postando matéria publicada no jornal friburguense A Voz da Serra de 3 de maio, sobre o falecimento de S. Nagib Pedro, figura de destaque na sociedade lumiarense, no último sábado:

Morreu na noite do último sábado, 30 de abril, no Hospital São Lucas, em Nova Friburgo, aos 90 anos, depois de complicações provocadas por uma pneumonia, Nagib José Pedro, ex-combatente da Força Expedicionária Brasileira na Segunda Guerra Mundial.
Figura querida de Lumiar, onde era conhecido como comerciante e organizador do clube de futebol local, sua despedida mobilizou uma multidão que transportou o caixão a pé desde sua casa até a Igreja Católica de Lumiar, tomando suas dependências, em reverência a toda sua história de vida. A igreja é vizinha àquela em que os pais de Nagib se casaram em 1911. Antigos moradores disseram que há muito não se via um cortejo fúnebre no local.
O pai de Nagib, Júlio José Pedro, nasceu em Elsie, no Líbano, em 1889 e veio para o Brasil em 1907. Sua mãe Alcebiadina Januária Boy, nascida em 1896, era natural de Boa Esperança, localidade de Lumiar*, onde também nasceu Nagib em 1920, e é lembrada por quem a conheceu como a vovó Bidina. Entre as pessoas que se encontravam na cerimônia diversas relações de parentesco foram lembradas, o que não é de estranhar, uma vez que, dado o isolamento em que a comunidade viveu por mais de cem anos, são muitos os laços de consanguinidade.
Três bandeiras enfeitavam o caixão de Nagib, a do Brasil, lembrando seu sentimento patriótico — além de se orgulhar de sua condição de ex-combatente, sempre participava das cerimônias de 7 de setembro, na praça do centro de Lumiar, sendo apresentado aos jovens escolares como exemplo —, a do Lumiar Futebol Clube, que ajudou a reconstruir quando voltou da guerra e a do Fluminense Futebol Clube, do qual foi torcedor.
Em entrevista recente a A VOZ DA SERRA, Nagib contou muito de suas histórias, sua experiência com as tropas de burros que levavam e traziam mercadorias entre Lumiar e o centro de Nova Friburgo, a guerra e o futebol. Orgulhava-se de dizer que “em 1986, o time do Lumiar foi campeão rural e fomos para a cidade e fomos campeões lá também. Inclusive, conquistamos a taça de 60 anos da Liga Friburguense. E eu fui considerado o melhor presidente do ano”.
Antes da saída do corpo de Nagib para o Cemitério da Pedra Riscada, onde também estão sepultados sua esposa e seus pais, muita gente tinha histórias para contar. Entre essas pessoas, Jorge Barros, conhecido como Luvinha, de 64 anos, que jogou durante 15 anos no Lumiar Futebol Clube e diz que “ele era um pai para nós todos, ele era um grande pai”. Hilda Pinto tinha 6 anos “quando começou a guerra”. Diz que “a gente conheceu seu Nagib desde criança, sempre sorrindo, sempre ajudando, uma pessoa muito especial”.
Duas pessoas marcaram a cerimônia de despedida. Uma delas, José Schwaulb, de 80 anos, espécie de patriarca do grupo Sanfoneiros da Serra, que discursou lembrando feitos de Nagib, entre eles o de “mandar animais para buscar jogadores do Lumiar Futebol Clube em suas casas” para que pudessem jogar. A outra homenagem foi prestada por sua neta Laila Pedro Manhães, que leu o poema de Santo Agostinho, A morte não é nada, que tem o seguinte trecho: “Eu sou eu, vocês são vocês. O que eu era para vocês, eu continuarei sendo”.

(Mauirício Siaines)

* Boa Esperança pertence ao distrito de São Pedro da Serra.
*********

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Matinê e poesia no Cineclube Lumiar - 1º de maio

O Cineclube Lumiar terá no próximo domingo, dia 1º de maio, duas sessões distintas de cinema.

Às 16h começa o Anima Brasília (Brasil, 2009), uma seleção de filmes de curtas-metragens em animação: Em Calango! um esfomeado calango decide que um grilo será sua próxima refeição, mas as coisas não serão tão simples quanto ele imagina... E Rua das Tulipas conta a história de um grande inventor acostumado a criar soluções para todos os moradores de sua rua. Após ver a felicidade de todos os vizinhos descobre que ainda faltava a felicidade de uma pessoa. A classificação é livre.


Já às 18h começa o documentário Só dez por cento é mentira - a desbiografia oficial de Manoel de Barros (Brasil, 2010), que narra a biografia inventada e os versos fantásticos do poeta Manoel de Barros, contados através de depoimentos do próprio e de leitores que se viram contagiados por seu trabalho. Classificação 14 anos.

O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro. A entrada é gratuita.

******

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Animação e documentário no Cineclube Lumiar - 17 de abril

No próximo domingo, dia 17, o Cineclube Lumiar tem dose dupla de filmes.
Às 17h será exibida a animação A maior invenção (Estônia, 2006), sobre uma cachorrinha que quer ir ao Japão participar de um campeonato de judô. Classificação livre.
Já a partir das 19h, na Sessão Especial Semana do Índio Vivo, começa a exibição do documentário Serras da Desordem (Brasil, 2008), que narra a vida nômade do índio Carapiru pelas serras do Brasil central. Classificação 14 anos.
O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, Centro.



********

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Banda da SMEL se apresenta neste sábado


A Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), fundada em 1891, pede passagem para a sua banda tocar.


Em momento histórico imperdível, a banda-escola da SMEL vai se apresentar neste sábado, dia 9, a partir das 19h, no coreto da Praça Carlos Maria Marchon, no centro de Lumiar, com o resultado de um trabalho que começou em setembro de 2008, num projeto de revitalização de sua centenária banda de música.

Na mesma programação, às 20h, será a estreia do grupo de chorinho que está sendo formado pela Euterpe Lumiarense e, às 21h, o já tradicional Sanfoneiros da Serra estarão fechando a noite de celebração e festa, marcando o resgate e valorização da cultura local. A intenção da SMEL é que sua banda venha a fazer parte do Projeto Banda na Praça, da Secretaria Municipal de Cultura de Nova Friburgo.
 
Sorte e sucesso à SMEL nesta sua nova etapa!
 
As informações são do jornal friburguense A Voz da Serra.
 
*****

Cineclube exibe "Alamar"


O Cineclube Lumiar exibe neste domingo, dia 10, a partir das 19h, o filme Alamar - To The Sea (México, 2009). O premiado drama mexicano conta a história de um garoto de oito anos de origem italiana e seu pai, de origem maia, que embarcam numa viagem ancestral rumo ao mar aberto em busca de sua história. 

A classificação é a partir de 14 anos e a entrada é franca.

O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, Centro.

*****

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Filmes adulto e infantil no Cineclube Lumiar dia 3 de abril

No próximo domingo, 3 de abril, o Cineclube Lumiar apresenta 2 filmes, um voltado para o público infantil, e outro, para adultos.

A partir das 17h haverá exibição do filme Kirikou e os animais selvagens (França, 2004), uma animação que conta a história de um menino nascido em uma aldeia na África Ocidental e suas aventuras contra uma poderosa feiticeira. Classificação livre.

Já às 19h começa a exibição do filme Preciosa - uma história de esperança (EUA, 2009), que narra a história de uma adolescente e seus problemas familiares (obesidade, gravidez adolescente, abuso dos pais e outros) que se refugia de sua vida traumática numa escola alternativa. Classificação 16 anos.

A entrada para os filmes é gratuita e o Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro.



****

sábado, 26 de março de 2011

"Irmão Sol, Irmã Lua" no Cineclube Lumiar neste domingo


O Cineclube Lumiar exibe neste domingo, dia 27, a partir das 19h, o filme Irmão Sol, Irmã Lua (Itália, 1972), que conta a história de São Francisco de Assis. A censura é livre e a entrada é gratuita.

A história de São Francisco de Assis aqui é contada com o lirismo de Zeffirelli (Romeu e Julieta). O filme enfoca os primeiros anos da vida de Francisco, um mimado filho de aristocratas que parte para guerra animado e volta completamente transtornado. Ele então renuncia às riquezas da família e procura na comunhão com a natureza, traçar seu próprio destino, livre do apego às propriedades materiais. Irmão Sol, Irmã Lua mostra essa surpreendente, gratificante e significativa experiência, que transformou Francisco em santo e fundou uma doutrina, para conquistar a união espiritual com o mundo.

O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro.

******

sexta-feira, 18 de março de 2011

Feira da Terra no fim de semana em Lumiar

Acontece em Lumiar neste fim de semana a 6ª edição da Feira da Terra, uma evento que promove cultura, artesanato e produtos locais. O tema desta edição é Soluções Ecológicas para a Reconstrução da Região Serrana.
A Feira da Terra será realizada nos dias 19 e 20 (sábado e domingo), com início às 8h30, com atividades diversas como oficinas, barracas de alimentação natural, apresentação musical etc., na Praça Eugênio Gustavo Brust, s/n, centro de Lumiar. Confira a programação no cartaz do evento.


******

Cineclube Lumiar - 20 de março

Cena do filme O Presente de Pacha Mama.

O Cineclube Lumiar exibe neste domingo, dia 20, a partir das 18h, o filme O Presente de Pacha Mama (Bolívia/Japão, 2009).  Ele conta a história de um garoto de 13 anos que, ao viajar com seu pai pela Rota do Sal, na Bolívia, enfrenta a transição para a vida adulta, com seus encontros e desencontros.
A entrada é franca e a censura é livre.
O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Eugênio Gustavo Brust, s/n, centro.

******

sexta-feira, 4 de março de 2011

Serviços durante o Carnaval - Lumiar


Para quem for para Lumiar ou precisar passar pelo distrito durante o Carnaval, algumas informações:

- Transporte urbano: a FAOL disponibilizará mais horários para Lumiar e São Pedro, devido à manutenção do Carnaval nos dois distritos, já que a folia em Friburgo foi cancelada devido à tragédia de janeiro. Informações sobre os horários no telefone 2533-9900.

- Transporte intermunicipal: a Autoviação 1001 também deve reforçar os horários das linhas Friburgo-Riodas Ostras e Friburgo-Macaé, que passam pelo 5º Distrito. Informações pelos telefones 2522-4828 / 0400.

- Águas de Nova Friburgo e Energisa - não haverá atendimento ao público de sábado, 5, a terça, 8, retornando apenas na Quarta-Feira de Cinzas, dia 9. Serviços emergenciais devem ser requisitados pelos telefones 0800-0260008 (Águas de Nova Friburgo) e 0800-0320196 (Energisa).

- Correios: funcionam até sábado, retomando os serviços na Quarta-Feira de Cinzas.

- Farmácia, mercados e etc.: devem funcionar com seus dias e horários de praxe dos finais de semana, mas os mercados devem ficar fechados na terça.

- EBMA (limpeza urbana): limpeza urbana e recolhimento de lixo normal.

- Saúde municipal: serviço especial, de sábado a terça-feira, com duas equipes emergenciais em Lumiar e São Pedro.

- RJ-142 (Estrada Serramar): o trecho da Serramar entre Casimiro de Abreu e Lumiar (Estrada Pio Francisco de Azevedo) está normal, sem retenções, pois não foi afetado pelas chuvas de janeiro. Já o trecho entre Lumiar e Mury (Estrada Vereador Eugênio Guilherme Spitz) tem diversos trechos funcionando em meia pista e no esquema pare-e-siga devido ao intenso movimento de caminhões e tratores que ainda fazem a limpeza da rodovia, fortemente atingida pelas chuvas de janeiro. A estrada tem, sim, passagem, mas requer atenção redobrada nestes dias de folia.

No mais, espero que o inchaço de foliões no 5º Distrito devido ao cancelamento do Carnaval no município-sede não tire a tranquilidade e o clima familiar característicos da folia lumiarense há anos. É uma preocupação natural, já que Lumiar e São Pedro permaneceram intactos com a tragédia e vão ter carnaval, e a prefeitura está incentivando o turismo nos dois distritos neste feriado, para fomentar a economia local.
Lumiar precisa, sim, de turistas - é sua vocação natural. Mas queremos o turismo sustentável, e não o predátorio, como se viu há alguns anos atrás com hordas de farofeiros invadindo as cachoeiras do lugar. Beberrões e arruaceiros NÃO são bem-vindos, estes podem procurar outras bandas para perturbar.
Bom Carnaval a todos, com alegria e paz. Até!

*****

quinta-feira, 3 de março de 2011

Bloco da Vila Mozer garante folia em Lumiar

Apesar de a Prefeitura de Nova Friburgo ter cancelado os bailes populares (inclusive nos distritos de Lumiar e São Pedro) devido à tragédia das chuvas de janeiro, o bloco de carnaval Flor do Luar, da Vila Mozer, em Lumiar, irá desfilar nos dois distritos durante a folia.
Segundo Bercília Mozer, foi uma decisão difícil, mas a família resolveu ir adiante e levar o bloco para a rua: "Não estamos agredindo ninguém e precisamos levar alegria para as pessoas. Afinal de contas, a vida continua", explicou.
O Bloco Flor do Luar é famoso no 5º Distrito e desfila há décadas pelas ruas da vila. Com um enredo que vai falar sobre a aviação, o bloco desfila no domingo (dia 6) e na terça-feira (dia 8) em Lumiar e na segunda-feira (dia 7) em São Pedro, sempre a partir das 19 horas. Diversão garantida para quem curte folia sem o tumulto característico da época.
Até hoje, 3 de março, não consegui saber se Lumiar terá alguma programação de Carnaval. Já em São Pedro, a Associação de Moradores local (Amasps) estará promovendo o Carnaval Família Solidária 2011, para que o distrito não fique sem folia. Baile infantil, blocos de rua e teatro, dentre outras atrações, vão marcar a programação - confira no cartaz do evento.

Cineclube Lumiar - 6 de março


O Cineclube Lumiar exibe no próximo domingo, 6 de março, a partir das 19h, o filme Gadjo Dilo (Romênia/França, 1997), que conta a história de um músico francês, Stéphane, que anda pela Romênia em busca de uma cantora cigana, que apenas conhece pela voz, graças a umas fitas cassetes que o seu pai ouvia obsessivamente antes de morrer e, com isso, mergulha no universo cigano. Classificação indicativa do filme: 16 anos.
O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro de Lumiar.

****

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Cineclube Lumiar comemora seu aniversário


Em comemoração aos seus 3 anos de funcionamento, o Cineclube Lumiar fará uma programação especial neste fim de semana, com entrada gratuita. Confira:

27 de fevereiro, domingo:

17h - Príncipes e princesas (Princes e princesses, França, 2000) - Neste criativo filme de silhuetas animadas, uma menina e um menino encenam fantásticas peças de teatro, auxiliados por um velho técnico desempregado. Eles se transformam em herói e heroína de seis contos e viajam para todos os cantos do mundo, indo do passado remoto ao futuro distante. O filme apresenta um universo de elegantes e encantadoras figuras que deslumbram espectadores de todas as idades, mostrando a beleza do Antigo Egito, a poesia da arte japonesa, o romance da Idade Média e os prodígios do ano 3000. Classificação: Livre.

19h - seleção de curtas - Mostra de Cinema Popular Brasileiro (classificação: 14 anos):

  • Lumiar: Punhado de Ontem, Cadinho de Hoje – 17’ - Um filme de Christian Costa e Pedro Kiua. Nova Friburgo, Rj, 2008. O relato de vida de José Schuabb, homem-da-terra e lavrador. Uma voz esquecida, em um tempo de urgentes mudanças.
  • Cine Zé Sozinho – 16’ - Documentário sobre a incrível figura de José Raimundo, o Zé Sozinho, e as histórias do seu cinema itinerante, que à 50 anos circula pelo interior do Ceará.
  • Enciclopédia – 14’ - Um filme de Bruno Gularte Barreto. Porto Alegre, RS, 2009. Alex é menino tímido, franzino e de óculos grossos. Ele percebe o mundo através dos verbetes que formam os volumes de uma enciclopédia. Mas ele vai descobrir que nem todas as palavras de uma enciclopédia podem decifrar uma menina de 10 anos. No momento em que conhece Amanda, ele aprende que o amor nos dá coragem para fazermos coisas antes inimagináveis.
  • Maridos, amantes e pisantes – 12' - Um quarto. Um marido, um amante, um armário. Dois pisantes. Ah, e uma esposa… e também uma equipe de filmagem! Um filme de Angelo Defanti. Rio de Janeiro, RJ, 2008.
  • Bucaneiro – 17' - As certezas de Ana sobre seu relacionamento com João tornam-se dúvidas ao conversar com sua amiga Cris. Aos poucos começamos a conhecer e desvendar o universo misterioso de João, que vai de uma grande distribuidora de filmes, onde trabalha, a um beco escuro que frequenta. Um filme de Juliana Milheiro. Rio de Janeiro, RJ, 2009.
  • O dono do carnaval – 15' - Em uma pequena cidade do interior, um homem disputa com as mulheres o direito de se vestir de baiana no carnaval. Uma série de mal entendidos leva os moradores a acreditar na morte do personagem, que, mesmo dado como morto não deixa de fazer sua aparição triunfante no desfile. Um filme de Maria de Lourdes Scabine Lezo. Taiaçu, SP, 2008.
  • Papo de botequim – 20’ - Documentário bem humorado sobre a importância cultural e democrática dos botequins na cidade do Rio de Janeiro. Um filme de Allan Ribeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2004.
  • Ensaio de cinema – 20’ - Ele dizia que o filme começava com uma câmera muito suave, com um zoom muito delicado, e avançava em busca de Barbot. Um filme de Allan Ribeiro, Rio de Janeiro, RJ, 2009.

O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lum,iarense (SMEL), na Rua Levy Aires Brust, s/n, centro (praça dos Correios, na rua do campo de futebol).

**********
















quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Pré-Renião Feira da Terra dia 28

No próximo dia 28 (2ª feira), acontece na Praça Eugênio Gustavo Brust, em frente à sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), a partir das 18h, nova reunião preparatória para a Feira da Terra, que terá nova edição nos dias 19 e 20 de março.
A reunião tem o objetivo de alinhavar o evento, cuja temática principal na próxima edição será a busca de soluções sustentáveis para a eco-reconstrução da região serrana do estado Rio de Janeiro.
As inscrições para os expositores no evento podem ser feitas nas reuniões pré-feira ou pelo e-mail feiradaterralumiar@gmail.com.

******

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Cineclube Lumiar - 20/02


O Cineclube Lumiar apresente na sessão do próximo domingo, dia 20, a partir das 20h, o filme Fluxo: pelo amor a água, um documentário de Irene Salina.
O filme fala da relação entre homem e água: a importância da água para os seres humanos, a poluição da água no planeta e sua escassez. A entrada é gratuita e a classificação indicativa do filme é de 12 anos.
O Cineclube Lumiar funciona na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), na Praça Levy Aires Brust, s/n, centro de Lumiar.

*****

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Nova Friburgo, 1 mês após a catástrofe - 12/02

Praça do Suspiro, 31 de janeiro.

Apesar de este blog ser sobre o 5º Distrito, achei por bem divulgar o evento, já que Lumiar faz parte de Nova Friburgo, com importantes laços econômico-sociais com seu município-sede.

Neste sábado, dia 12 de fevereiro, quando se completa 1 mês da tragédia das chuvas que se abateu em Nova Friburgo, a cidade fará diversos eventos para lembrar a data. Às 10h, na Escadaria do Teatro Municipal Ariano Suassuna, na Praça do Suspiro, Centro, haverá culto interreligioso e serão soltos balões de gás com o nome das vítimas da catástrofe ou com palavras positivas. Às 12h, na escadaria do Instituto de Educação de Nova Friburgo (Ienf), na Praça Dermeval Barbosa Moreira, Centro, a população fará um minuto de silêncio em homenagem às vítimas, com badalar dos sinos da Catedral São João Batista, também no Centro, e apresentação de toque de silêncio por um músico de uma banda centenária local; além de prece entre os presentes.

*****

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Cineclube Lumiar - 06 de fevereiro


O Cineclube Lumiar exibe neste domingo, 06 de fevereiro, a partir das 20h, o filme Tropicalia Revolution, de Robin Denselow (Inglaterra, 2007).

Trata-se de um documentário produzido pela BBC de Londres, que traça uma trajetória da música popular brasileira durante a era da ditadura militar no Brasil, de 1964 a 1985, e discorre sobre o papel destes músicos nos movimentos de resistência e contestação cultural. A emergência do movimento estético tropicalista no final dos anos 1960 buscava determinantemente injetar um ânimo criativo e libertário na cultura popular brasileira, ao mesmo tempo em que o governo militar passava por sua fase mais dura. O filme conta histórias sobre os artistas que viveram este período e mostra os reflexos e influências que ainda exercem nos dias de hoje.

O Cineclube Lumiar acontece na sede da Sociedade Musical Euterpe Lumiarense (SMEL), que fica na Praça Eugênio Gustavo Brust, s/n, centro de Lumiar (praça dos Correios, na rua do campo de futebol). A entrada é gratuita, e a classificação do filme é para maiores de 12 anos.

*****